0

Anemia é uma doença relacionada à carência de certos nutrientes que resulta em uma quantidade insuficiente ou na má-formação de células vermelhas no sangue. A consequência é o transporte reduzido de oxigênio no sangue, impedindo que ele atinja todos os tecidos de maneira efetiva. Os casos mais comuns estão ligados à deficiência de assimilação do ferro pelo organismo.

O diagnóstico da anemia é feito através de análise sanguínea. Mas antes disso é possível reparar o aparecimento de sintomas como: cansaço, mal estar, tonturas e falta de ar.

Anemia não tem idade, e apesar de alguns organismos serem mais propensos ao aparecimento da doença, o tratamento usual é uma alimentação rica em ferro ou a utilização de suplementos, como a Spirulina, que vão repor este nutriente.

O ferro é essencial em todos os processos de respiração celular, da etapa da produção de glóbulos vermelhos até seu transporte pela hemoglobina e sua utilização nos músculos. Esses complementos alimentares podem ser necessários, porque a quantidade do ferro nos alimentos é variável e, quando presente, ele ainda pode estar ligado a outras moléculas que diminuem muito sua absorção. Devido a isso, as fontes de ferro bio-disponíveis são raras no reino vegetal.

Há uma quantidade mínima de consumo de ferro considerada ideal, de acordo com sexo e idade. A recomendação para adultos saudáveis é um consumo de ferro de 14mg por dia, em média. Para as mulheres, em razão da perda sanguínea causada pela menstruação, a indicação pode ser de 18mg e até de 27mg para as gestantes.

Os benefícios do consumo de ferro, segundo a Organização Mundial de Saúde:

-Melhor nutrição e irrigação dos tecidos corporais
-Maior disposição para as atividades do dia-a- dia
-Menores riscos de desenvolver dores de cabeça, sensação de tontura ou falta de ar
-Garantia das funções cognitivas e leucocitárias regulares do organismo
-Melhora a capacidade de aprendizagem da criança

As principais fontes de ferro na alimentação:

– Produtos de origem animal (carne, leite, queijos, ovos e derivados)
– Spirulina (cianobactéria rica em ferro e vitamina B12)
-Leguminosas (feijão, grão-de- bico, lentilhas, ervilhas)
-Frutas secas
-Oleaginosas (amendoim, castanhas, amêndoas)
-Vegetais verde-escuros (couve, espinafre, brócolis)

Spirulina no combate à anemia

As fontes vegetais contêm moléculas chamadas fitato, que tornam o ferro pouco disponível. Um problema que não acontece com a Spirulina, onde o ferro é bem assimilável e em grande concentração. Em um estudo sobre o efeito da ingestão de 4g da Spirulina em pacientes anêmicos, os níveis de hemoglobina no sangue subiram em cerca de 20% em apenas 30 dias.

A Spirulina é uma cianobactéria, chamada de alga verde azul, rica em ferro e também em vários nutrientes essenciais. Ela contém mais proteínas que a carne, mais antioxidantes que as frutas vermelhas e, por isso, se torna uma excelente alternativa aos suplementos de ferro para os anêmicos.

Ela é benéfica para as pessoas anêmicas, e também para as pessoas saudáveis e até os atletas quando percebem aumento de cansaço e fadiga muscular. Gostaram do artigo ? Conheça melhor essa micro alga aqui.

Compartilhe com seus amigos!
Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será compartilhado.

0

TOPO

X